Compreender o Zeitgeist onde se está inserido é um dos fatores mais fundamentais para o sucesso das estratégias de negócios. Nossa época tem seus próprios desafios e oportunidades que precisamos encarar e alguns visionários têm aberto um pouco a véu que nos separa desse futuro de se descortina.

Compartilho aqui algumas publicações que tive a oportunidade de ler e corroboram com o tema da Transformação Digital. Se você já leu alguns ou todos, pode comentar o que achou dos livros e sugerir mais leituras. 😉

Quarta revolução industrial

– Klaus Schwab 

Falando sobre a nossa época com o a era exponencial, o fundador e presidente executivo do Fórum Econômico Mundial, Klaus Schwab, apresenta um cenário onde novas tecnologias estão fundindo os mundos físico, digital e biológico de forma a criar grandes promessas e possíveis perigos. A velocidade, a amplitude e a profundidade desta revolução estão nos forçando a repensar como os países se desenvolvem, como as organizações criam valor e o que significa ser humano.

 

The second machine age
– Erik BrynjolfssonAndrew McAfee

Continuidade do também ótimo livro “Race Against the Machine”. Escrito pelo professor Eric Brynjolfsson do  MIT em parceria com Andrew McAfee, fala sobre uma preocupação atual que é a diminuição dos empregos devido a automatização da força de trabalho. Traz uma visão mais otimista onde as máquinas deverão complementar e não substituir o humano, pelo menos em alguns segmentos. Também sobre como poderemos nos ocupar de forma diferente da atual, usando mais a criatividade e outras habilidades não pensadas atualmente.

 

A Startup Enxuta

Eric Ries

Leitura obrigatória para a transformação das organizações. Através dos princípios do Lean e da cultura das Startups são apresentadas várias práticas para a mudança de mindset no desenvolvimento de produtos.

 

Sprint. O Método Usado no Google Para Testar e Aplicar Novas Ideias em Apenas Cinco Dias

Jake Knapp

Como inovar? Por onde começar? Como montar uma boa equipe? Que forma terá uma ideia quando for colocada em prática? São muitas as perguntas que martelam na cabeça de quem precisa tirar ideias do papel, mas já existe um caminho infalível para responder a todas elas rapidamente: o sprint.

Método criado pelo designer Jake Knapp no período em que ele trabalhava no Google, era usado para tudo na empresa, do aperfeiçoamento do mecanismo de buscas ao Google Hangouts, com o foco em desenvolver e testar ideias em apenas cinco dias. Knapp se juntou mais tarde a Braden Kowitz e John Zeratsky no Google Ventures, braço da companhia dedicado ao investimento em novos negócios, e juntos eles conduziram e completaram mais de cem sprints em empresas de telefonia, e-commerce, saúde, finanças e muito mais.

 

Scrum. A Arte de Fazer o Dobro do Trabalho na Metade do Tempo

Jeff Sutherland

É inegável a máxima de que o mundo e tudo a seu redor vêm sofrendo um processo de mudança contínuo cada vez mais rápido. Para aqueles que acreditam que deve haver uma maneira mais eficiente de se fazer as coisas, este é um livro instigante sobre um processo de gestão que está mudando a maneira como vivemos. Desde o advento do método, já foram registrados ganhos de produtividade de até 1.200%. Jeff Sutherland, empreendedor que desenvolveu a primeira equipe Scrum, há mais de vinte anos, apresenta seu método de maneira brilhante e lúcida. Construído mediante insights de artes marciais, tomadas de decisão judicial, combate aéreo avançado, robótica e outras naturezas diversas, Scrum é método prático e fascinante. Seja para inventar uma tecnologia pioneira ou para estabelecer os alicerces de prosperidade de uma família, a razão mais importante para ler este livro é que ele pode ajudá-lo a alcançar o que outros consideram inatingível.